Barril de carvalho: para amadurecer vinhos de qualidade

Conhecidas também como toneis, cubas, bordolesas e pipas, o barril de carvalho são utilizadas para amadurecer vinhos finos, pois emprestam o aroma da madeira á essa bebida considerada sagrada. É preciso pensar na qualidade do carvalho e no tipo de bebida que será armazenado, pois a madeira poderá ser mais ou menos porosa o que resulta em mais ou menos absorção do vinho pela parede do barril.

A idade da árvore também irá influenciar, uma vez que o carvalho é derrubado aproximadamente com 100 anos e após o abate, a madeira necessita ficar de 2 a 3 anos em um período de secagem ao ar livre, para que os sabores amargos sejam eliminados.

Barril de carvalho
Barril de carvalho/foto

Feitas artesanalmente por um toneleiro - profissional responsável pela fabricação das barricas - a matéria prima utilizada na elaboração pode ser de origem francesa, americana, esloveno, croata ou húngaro, locais onde a madeira é excelente. Além disso, a qualidade de um vinho fino é influenciada por inúmeros fatores como a uvas de safras excepcionais e o uso de barricas novas, pois os aromas e sabores serão passados com uma intensidade maior a bebida.

O vinho que passa pelo barril de carvalho recebe muitos benefícios, pois ganha estrutura e corpo, intensifica a cor, os taninos são amaciados e a há a concentração atenuada do produto. O vinho acaba recebendo aromas e sabores de baunilha, especiarias, amendoim, coco, framboesa, caramelo, cravo entre outros.

Um exemplo de um vinho fino que tem passagem pelo barril de carvalho é o Salton Desejo, da Vinícola Salton, onde a elaboração é realizada após o vinhedo ser selecionado, as uvas (Merlot) colhidas manualmente e os cachos maduros separados. A fermentação desse produto é realizada de forma clássica, onde é controlada a temperatura e a ação de fermentos. Ao término da fermentação o vinho descansa por 12 meses nas barricas de carvalho francês novo e barricas de carvalho norte-americano novo, com uma porcentagem de 50% cada.

Leia mais da categoria gastronomia.

E após esse amadurecimento em barricas, o vinho é engarrafado e permanece por mais um ano nas caves climatizadas a 10ºC com ar filtrado e umidade controlada. O resultado final é de um vinho fino de cor roxo intenso, com um bouquet perfeito que lembra frutas como mirtilo, amora, ameixas e uvas-secas. Além de possuir aroma defumado, de amêndoas, folhas-secas, trufa, eucalipto, pimenta- preta, e que ao ser degustado se apresenta pleno com um ataque doce, com excelentes taninos e grande permanência do sabor.

Comentários